Música que fez de nós o que somos hoje

Tenho vários textos bem pesados, densos, para postar aqui. Empaquei em um sobre personalidade, que está enorme. E escrevi à mão um sobre opiniões políticas, também bem pessoal, que estou com preguiça de digitar, e nem tenho tempo por causa dos artigos que a faculdade pede. Então vou postar algo rapidão.

Eis que acordei com vontade de ouvir meu velho Red Hot Chili Peppers hoje, de trás pra frente. É uma banda que amo toda, mas principalmente o início, funk metal. Há cinco minutos fucei ano a ano de músicas ouvidas na minha last.fm, o que diz muito sobre mim e pessoas que me influenciaram desde 2009. Isso até comprova uma teoria vampiresca que tenho e vou pensar melhor para dizer depois. É coisa constatada há anos. E eu vi uma mensagem holística no instagram: "Lembre-se de quem você era antes de te ensinarem como você precisava ser". Pouco depois, começou a tocar uma música do RHCP que eu amo e é bonus track do Mother's milk. Red Hot Chili Peppers é uma banda que posso dizer que não foi influência, mas algo que me interessei, depois de conhecer com os videoclipes na tv, fuçando a sessão de discos das lojas americanas do Shopping Aricanduva, encontrando cd's a menos de 20 reais e comprando, um de cada vez, a partir dos meus 14 anos. Infelizmente não cuidei por muito tempo dos cds, que foram se perdendo. O que se salvou dei para minha irmã, que é tão apaixonada quanto eu ou mais. Mas está tudo na internet, né?

Enfim, olha o nome da música: Song that made us what we are today. Lembro que ouvi, talvez ainda na primeira vez e pensei: meu deus, como pode uma música de quase 13 minutos? Achei sensacional, agressiva, confortável, deliciosa, livre. Esse, posso dizer com garantia, foi o primeiro passo que dei para o rock progressivo, de músicas muito, muito mais longas. E digo também, sem medo de errar, que essa é uma música que fez de mim o que sou hoje. De mim para mim. Mérito próprio, para usar termos complicados de serem usados.
Para quem quiser acompanhar minhas playlists intermináveis e com capas lindas, meu spotify.